Áudio e CIA

Fórum destinado a discussão e troca de idéias para produções sonoras
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Disque-jockey (DJ)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
TIMO
Admin
avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 29/01/2009
Idade : 41

MensagemAssunto: Disque-jockey (DJ)   Ter Fev 03, 2009 9:56 am

Qualquer um pode ser DJ?


A cada dia, eu fico ainda mais surpreso com as facilidades proporcionadas pela evolução tecnológica. Até esses dias, era quase impossível (imagine aqui alguma coisa que poucos conseguiam fazer). Até que o desenvolvimento nos trouxe ferramentas inovadoras, que podem transformar a vida de qualquer um.

Tenho certeza que cada um dos nossos doze visitantes diários tem em mente um exemplo diferente. O mais evidente entre os blogueiros é: "era quase impossível ter um veículo de comunicação particular". Antes do blog, eram as páginas do GeoCities desenvolvidas no Netscape Communicator; muito, mas muito antes, eram fanzines datilografados e xerocados (ou mimeografados).

Uma voltinha despretensiosa em uma daquelas megalojas da Paulista (tanto na oficial Fnac quanto no oficioso Stand Center) me fez lembrar que hoje qualquer um pode ser DJ.

DJ é a forma curta e simpática para o termo disc-jóquei. Começou nos anos 40, nos Estados Unidos: era o sujeito responsável pela escolha dos discos e músicas para se ouvir ou dançar - seja em uma festinha caseira ou em uma casa noturna. O primeiro DJ do Brasil apareceu nos anos 50, e de lá para cá, transformou o país em uma verdadeira referência no tema. Gente muito talentosa faz sucesso no mundo todo.

Até bem pouco tempo, um bom animador de baladas era acima de tudo um técnico-performático. Aquela mesa enorme, toca-discos adaptados (as picapes), mixer, gerador de efeitos... Então o mestre de cerimônias passa a noite com um fone de ouvido, selecionando minuciosamente alguns discos acondicionados em belas maletas... É preciso fôlego para esse trabalho de respeito.

Mesmo essa geração romântica já utiliza computadores e outros apetrechos para facilitar seu trabalho. A popularização do iPod já criou eventos onde o seu tocador de MP3 é responsável pela animação da noite. Em uma dessas brincadeiras, há até uma competição para ver quem tem a seleção mais dançante.

Mas isso não é tudo. O passeio no Stand Center me fez conhecer o iDJ da Numark, um mixer de dois canais onde dois iPods substituem os toca-discos. Na Fnac, esbarrei num PC rodando o software Virtual DJ - fiquei alguns segundos acompanhando a música, enquanto uma janelinha exibia a forma de onda, mostrando a hora exata da batida e o ponto ideal para as "viradas".

Tudo isso para que eu ou você banque o DJ em casa. Quer dizer, no máximo bancar: nem toda tecnologia é capaz de substituir o talento. Da mesma forma que nem todo mundo consegue trabalhar com palavras e informações para escrever bem, nem todo mundo traz conhecimento e sensibilidade musical para animar uma noite dançante. Ainda prefiro manter distância regulamentar e tirar o chapéu para os bons: no caso dos DJs, a melhor coisa é aplaudir da pista.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pgmtimo.forumeiros.com
 
Disque-jockey (DJ)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio e CIA :: Sua primeira categoria :: Sonoplastas, Operadores De Áudio, DJ's, Locutores, etc...-
Ir para: